18.06.2018 - 12:13:11
Comunicação Sindical e Popular é pauta da Região Nordeste

No caminhar por uma Comunicação Sindical que melhor represente os trabalhadores rurais agricultores e agricultoras familiares, a CONTAG realiza até agosto de 2018 o seus Encontros Regionais de Educação Popular e Tecnologias da Informação.

Com cerca de 50 participantes de oito dos nove estados que fazem a região (Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Sergipe e o Rio Grande do Norte),a primeira Região a fazer o debate e a reflexão é o Nordeste, que dos dias 13 a 15 de junho, em João Pessoa –PB, discute o Papel da Comunicação Sindical na disputa política e de sociedade no Nordeste, revisita a Política Nacional de Comunicação da CONTAG com um olhar para as especificidades da região Nordeste e aprofunda os próximos passos da Rede de Comunicadores e Comunicadoras Populares da CONTAG.

Entre os(as) colaboradores(as), temos o coordenador do Intervozes, Marcos Urupá, a jornalista do portal WSCOM, Zezé Béchade, o professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Roberto Faustino e o professor de doutorado em Comunicação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Luiz Custódio.

Também contribuem com os debates, o presidente da CONTAG, Aristides Santos, a secretária de Meio Ambiente da Confederação, Rosmari Malheiros, a secretária de Jovens, Mônica Bufon, o coordenador da CONTAG na Regional Nordeste, José Wilson Gonçalves, e o presidente da Federação da Paraíba, Liberalino Lucena.

No coração de cada participante, a expectativa por uma comunicação mais humana, cidadã, que respeite a cultura, os saberes, sabores e a identidade do povo nordestino. Pois como bem cita o poeta nordestino, Merlânio Maia - em: 

“DIALETO NORDESTINÊS”:

 

"Quem já foi no meu Sertão

E ouviu um falar maneiro

Viu de perto o dialeto

Nordestinês verdadeiro

A fala é canto e beleza

E imprime em nós a grandeza

Para além de certo e errado

Falamos nordestinês

E eu vou mostrar pra vocês

Cada significado

 

ANTONCE lá é então

Competente é ARROMBADO

“MÓI DE GENTE” multidão

Lá festa é TARRABUFADO

Confusão REBUCETÊI

“Dê a volta” é ARRUDÊI

Cabeça é CÔCO e CAXAÇO

E o poderoso é GRAÚDO

ESTRIBADO É dinheirudo

E DINHEIRUDO é ricaço

 

“AVIA, PESTE!” é vai logo!

LISO é cabra sem tostão

Coisa ruim lá é AGÔRO

E AZÁ é confusão

Povo fêi é TRIBUFÚ

CATREVAGE, CAFUÇÚ,

Banco lá é TAMBORETE

Mal-estar é FARNIZIM

E caquiado é PANTIM

PANTIM, manha e cacoete!

 

TOITIÇO lá é CANGOTE

E CANGOTE lá é nuca

Jarra d’água lá é POTE

TITELA lá é CAVUCA

Os olhos lá se diz ZÓIO

Quantidade lá é MÓIO

Lá XODÓ se diz XAMEGO

XAMEGO lá é namoro

Petulância é DISAFÔRO

PEDIR PINICO é arrego

 

OXENTE é OXENTE, OXENTE!

OXI é o seu diminutivo

É interjeição potente

TUBIBA é moleque ativo

PRESEPADA é MUNGANGAGE

SAFADAGE e VADIAGE

DAR NO PIRA é ir-se embora

Lá quem DEU FÉ viu e olhou

Quem INCAICÔ apertou

Se ESCAFEDEU, deu o fora

 

Se BATEU A SIPITICA

FINÔ-SE, FOI DE PÉJUNTO

BATEU PREXECA e XAMPRÔ

Tudo refere a defunto

Menino lá é BOCHUDO

Adolescente é TALUDO

MUÍDO é reclamação

FUXICO É CURRIXIADO

O feio é DESCONCERTADO

Sogra é a IMAGE DO CÃO

 

Gravidez lá é AMOJO

RAME-RAME indecisão

COTÔCO lá é pedaço

PIPOCO ali é EXPLOSÃO

Lá não tem Gay, lá tem FRESCO

TRUÇÚI é cabra grotesco

TRIATO é BUTÁ BUNECO

BUTÁ BUNECO é escândalo

QUEBRA-PAU por lá é Vândalo

BUDEGA é Bar e Boteco

 

CHAMBOQUE é tirar pedaço

INTURIDO é entalado

GALALAU  é gente alta

MUNDIÇA é mal educado

CANGAIÁ é cornear

SOCAR lá é enfiar

Lá CACHETE é comprimido

SIRICUTICO é desmaio

Conversa longa é EMPAIO

SOBEJO é resto comido

 

ENCAFIFADO é intrigado

CANGUÊRO é mal motorista

BAFO DE ONÇA, mau hálito

DAR NO PAU, pagar à vista

DE VENETA é inconstante

INFITETE é meliante

MARRA DE HOMI, homem forte

CURIÁ, ATUCAIÁ

E ATUCAIÁ é espiar

CAIPORA é cabra sem sorte

 

CAIXA PREGO é bem distante

Lá PEITICA é insistência

VÉA CORÓCA é idosa

Sem nada de paciência

FUÁ é cabelo armado

Lá FOLOTE é afrouxado

ATARENTADO é perdido

ESBAFORIDA é cansada

PORRETA é gente ARRETADA

E ISPIXADO é bem comprido

 

SEBOSO é sujo e nojento

FUBENTO é cor desbotada

BOCADO é MÓI e é muito

GAIATO é gente engraçada

PINOTE é pulo e é salto

MANÉ BESTA é leso e incauto

Lá Topada é TRUPICÃO

MIXURUCA é sem valor

GALO VÉI conquistador

E VISAGE assombração

 

DÁ BILÔRA e PASSAMENTO

PUZUMENO, CARITÓ,

RISPOSTÔ, DIZINXABIDO,

CAXEXÊRA, MATRICÓ,

CUM ROSCÓFE E PECENÊIS

E eu passaria um mês

Só pra dar a dimensão

De um dialeto à altura

Orgulho em nossa cultura

Nossa língua é bela e pura

Pura NORDESTINAÇÃO!”

 Veja o calendário dos próximos encontros regionais:

•          Regional Nordeste - 13 a 15 de junho, em João Pessoa-PB.

50 participantes, 5 por Federação, mais a CONTAG. 

•          Regional Sudeste - 17 a 19 de julho, em Guarapari-ES.

37 participantes, 8 por Federação, mais a CONTAG.

•          Regional Norte - 07 a 09 de agosto, em Belém-PA.

40 participantes, 5 por Federação, mais CONTAG.

•          Regional Sul - 14 a 16 de agosto, em São José-SC.

29 participantes, 8 por Federação, mais a CONTAG.

•          Regional Centro-Oeste - 21 a 23 de agosto, Cesir-Brasília.

33 participantes, 7 por Federação, mais a CONTAG.

Fonte: Comunicação CONTAG- Barack Fernandes e Verônica Tozzi


Voltar | Início | Imprimir

Relacionadas:
 
 

 

2010 - 2018 - Direitos reservados.
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba - FETAG-PB
Av. Rodrigues de Aquino, 722 - Jaguaribe - João Pessoa / PB - Tel.: 83 - 3241-1192