03.05.2017 - 11:59:59
Dia intenso de mobilizações no Campo marcam dia de Greve Geral

Com mobilizações nas principais cidades do Estado, os Trabalhadores (as) Rurais, Agricultores (as) Familiares, e Assalariados (as)  paraibanos protagonizaram, no último dia 28 de abril, uma das maiores Greves já realizadas na Paraíba. Os eventos foram coordenados pelos Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) e a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares dos Estado da Paraíba (Fetag-PB).

Os protestos contra a retirada de direitos dos Trabalhadores, sobretudo dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais proposta pelas Reformas da Previdência, Trabalhista e a Terceirização, anunciados pelo Governo Temer, iniciaram ainda na madrugada da sexta-feira (28).

Em Tavares, o presidente da Fetag, Liberalino Lucena, participou de uma grande audiência pública que reuniu milhares de Trabalhadores (as) Rurais, Agricultores (as) Familiares da Serra do Teixeira, composta pelos municípios de Água Branca, Jurú, Tavares, Princesa Isabel, São José de Princesa, e Manaíra, localizado no município de Tavares.

“Foi um dia inesquecível, onde eu gostaria de ter estado em cada uma das manifestações, o que, infelizmente não era possível. Decidimos então, dar continuidade as audiências que a Fetag vem realizando desde fevereiro, juntamente com os Sindicatos e Câmaras Municipais. Além da presença dos Trabalhadores (as), contamos com a presença de vários prefeitos e vereadores da região, que garantiram seus apoios as nossas reinvindicações”, explicou. Liberalino.

Milhares de Rurais também participaram de atos promovidos nas cidades de Campina Grande, Solânea, Esperança, Bananeiras, Itabaiana, Guarabira, Cajazeiras, Mamanguape, Cuité, Pombal, Patos, entre outros.

Em João Pessoa, mais de 2 mil Trabalhadores(as) Rurais, Agricultores(as) Familiares, e Assalariados(as) Rurais dos municípios das regiões da Zona da Mata Norte e Sul, entre outras cidades vizinhas se somaram aos demais Trabalhadores em um grande Ato Público, no Ponto de Cem Réis. O evento foi promovido pelas Centrais Sindicais, Federações e Movimentos Sociais.

“O Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) é radicalmente contra qualquer Reforma que represente a perda de direitos, arduamente conquistados. “Essa proposta onde homens e mulheres se aposentam apenas aos 65 anos de idade é um absurdo, e fere em cheio os direitos do Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, que começam a trabalhar muito cedo e hoje se aposentam aos 55 anos as mulheres, e os homens aos 60 anos. Na verdade, vão inviabilizar o acesso deste público à aposentadoria, já que em muitos municípios, a expectativa de vida não chega a 70 anos de idade. Essa não é uma luta só dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares, mas de todos os Trabalhadores desse País, na verdade de toda a sociedade de uma forma geral, dos municípios, dos estados, que vivem dos rendimentos de quem trabalha e faz circular a economia”, destacou o presidente da Fetag, Liberalino Lucena.

Audiências Públicas - Desde junho de 2016, a Fetag e os Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) paraibanos iniciaram uma verdadeira batalha contra a aprovação das Reformas da Previdência e Trabalhista, e a Terceirização.

“De fevereiro até abril deste ano, realizamos mais de 100 audiências públicas promovidas pela Fetag e Sindicatos junto às Câmaras Municipais. Durante estas audiências, os vereadores têm assinado, por unanimidade, o documento onde se mostram contra a Reforma da Previdência. A Fetag encaminha esses documentos aos deputados federais e senadores da bancada paraibana”, conclui Liberalino.


Voltar | Início | Imprimir

Relacionadas:
 
 

 

2010 - 2018 - Direitos reservados.
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba - FETAG-PB
Av. Rodrigues de Aquino, 722 - Jaguaribe - João Pessoa / PB - Tel.: 83 - 3241-1192