31.10.2011 - 12:25:34
Estado abre nesta segunda-feira a 2ª etapa de campanha contra febre aftosa

O Governo do Estado estima vacinar 1,2 milhão de cabeças de bovinos e 1,6 mil cabeças de bubalinos na segunda etapa da campanha de vacinação da febre aftosa que será aberta nesta segunda-feira (31).

O secretário de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pesca, Marenilson Batista, fará o lançamento oficial da campanha às 10h, na chácara São Vicente, no sítio Diamante, na cidade de Sousa. A campanha seguirá até o dia 30 de novembro.

A primeira etapa da campanha, realizada em maio, atingiu o recorde de vendas de vacinas. Desta vez, a Sedap pretende vacinar 100% do rebanho, para evitar a ameaça de disseminação da doença no Estado.

O objetivo é fazer com que o rebanho paraibano atenda às condições exigidas pelo Sistema de Defesa Agropecuária e o Estado possa pleitear ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a mudança de status para zona livre de aftosa já no próximo ano.

A Paraíba é considerada área de risco médio de febre aftosa, de acordo com a Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA). A campanha contra febre aftosa no Estado segue o calendário instituído pelo Mapa.

Mobilização – Segundo a coordenadora Estadual do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa da Sedap, Daniela Godoy Coutinho, a secretaria está mobilizando todos os servidores para trabalhar durante a campanha. A Emater se juntará à Defesa Agropecuária e disponibilizará 15 viaturas, 39 veterinários e 12 zootecnistas para atuar nos 223 municípios paraibanos.

“As Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal, os Conselhos Municipais de Sanidade Agropecuária, a Emater e entidades da iniciativa privada estão sendo convocados pela Sedap para ajudar na conscientização dos produtores rurais sobre a necessidade de vacinar todos os animais da propriedade, mesmo naquelas que tenham poucas cabeças”, disse o secretário Marenilson.

Visitas, fiscalização, reuniões com sindicatos e associações comunitárias e entrevistas em emissoras de rádio fazem parte do plano estratégico para sensibilizar e alertar os criadores sobre a importância da vacinação contra a aftosa.

Cadastro – Marenilson Batista alerta os produtores para a obrigatoriedade da vacinação e de sua comprovação, além da atualização do cadastro nos escritórios da Defesa Agropecuária. A ausência de comprovação e de atualização do rebanho impede a emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA), documento necessário para o transporte de animais.

Ele lembrou que os proprietários que não vacinarem seus animais estarão sujeitos a multa de R$ 161,55 por cabeça. E, por não declarar, a multa sobe para R$ 323,10, por animal. Após o período de vacinação e de comprovação das vacinas, fiscais da secretaria visitarão propriedades que não cumprirem o prazo, vacinando compulsoriamente os animais e aplicando as multas.

“O nosso objetivo não é punir, somos parceiros dos produtores rurais, mas vamos cumprir a lei”, frisou Marenilson Batista.


Voltar | Início | Imprimir

Relacionadas:
Governo do Estado realiza Jornadas de Inclusão Produtiva em Princesa Isabel e Guarabira
2ª etapa de vacinação contra febre aftosa na Paraíba vai até 30 de novembro
Abrem esta semana quatro novos postos distribuirão ração animal em municípios da Paraíba
Prazo para vacinar o rebanho contra a aftosa termina na próxima quinta-feira (31)
Vacinação contra aftosa começa e vai até fim de maio. Objetivo é alcançar status de livre da doença
 
 

 

2010 - 2019 - Direitos reservados.
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba - FETAG-PB
Av. Rodrigues de Aquino, 722 - Jaguaribe - João Pessoa / PB - Tel.: 83 - 3241-1192