26.06.2017 - 16:57:51
Fetag-PB visita obras do Eixo Norte da transposição do São Francisco

 A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Paraíba (Fetag-PB), representada por seu presidente, Liberalino Ferreira de Lucena, e sua tesoureira Gerlândia Vieira, integrou a comitiva de deputados paraibanos que visitaram as obras do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco, na última segunda-feira (19). Ainda fizeram parte do grupo, deputados do Rio Grande do Norte e Pernambuco, além dos senadores Humberto Costa e Fátima Bezerra.

 
A caravana, organizada pela Frente Parlamentar da Água da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) visitou a estação EBI 3, em Salgueiro (PE) e a Barragem de Jati (CE), cobrando a retomada das obras e a conclusão da Transposição do Rio São Francisco. A Frente foi representada pelos deputados: Participaram também das visitas e da Procissão das Velas os deputados paraibanos Guilherme Almeida, Trocolli Júnior, Janduhy Carneiro, Galego Souza e Nabor Wanderley. 
 
Quarta entrada – Durante os discursos, o presidente da Fetag-PB, Liberalino Lucena, ressaltou a necessidade extrema de conclusão das obras diante da situação extrema que passam as famílias vítimas da seca, e aproveitou pediro apoio dos deputados na solicitação de uma quarta entrada das águas do São Francisco no Eixo Leste, que beneficiaria o Vale das Espinharas. 
 
“Acho que nada mais justo, assim como os senhores estão pleiteando a terceira entrada no Eixo Norte, que vai beneficiar o Vale do Piancó, o nosso pedido para que a ele se somasse, uma quarta entrada para aqueles que também estão morrendo de sede no Vale das Espinharas”, justificou Liberalino.
 
 
Liminar cassada – Já na terça (20), foi publicada decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, que derrubou a liminar que paralisou as obras do Eixo Norte do projeto de Transposição do São Francisco. As obras pararam em abril deste ano por determinação do desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). A decisão do STF foi do dia 17 de junho.
 
Para a ministra, a manutenção da decisão "expõe a risco de lesão a ordem econômica, pois o prejuízo desencadeado pela paralisação do certame e consequente descontinuidade das obras supera significativamente eventual vantagem da proposta oferecida pelas impetrantes".

Voltar | Início | Imprimir

Relacionadas:
 
 

 

2010 - 2018 - Direitos reservados.
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba - FETAG-PB
Av. Rodrigues de Aquino, 722 - Jaguaribe - João Pessoa / PB - Tel.: 83 - 3241-1192