17.06.2016 - 13:08:36
Milhares de Trabalhadores (as) Rurais paraibanos lotam as ruas da Capital e Campina para protestar

Na manhã desta da última quinta-feira (16), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), levou milhares trabalhadores rurais em protestos pacíficos na cidade de Campina Grande e na Capital João Pessoa.

Na Capital, o protesto foi conduzido pelo presidente da Fetag Liberalino Ferreira de Lucena e contou com a participação de cerca de 1.500 Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, mobilizados por vários Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) filiados a entidade, sediados em cidades do Brejo e Zona da Mata. Os agricultores saíram em caminhada da sede da Fetag-PB até a Gerência Executiva do INSS, localizada no Centro.

Segundo o presidente, Liberalino Lucena, a entidade enviou ainda uma delegação com 50 idosos e idosas a Brasília para participar da Mobilização da Capital Federal. “Essa proposta onde homens e mulheres se aposentam apenas aos 65 anos de idade é um absurdo, e fere em cheio os direitos do Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, que começam a trabalhar muito cedo e hoje se aposentam aos 55 anos as mulheres e os homens aos 60 anos. Como se já não fosse muito grave, ainda tem a questão da extinção do Ministério da Previdência Social, quando o que precisamos é de um Ministério ampliado e reestruturado para que atenda melhor a população”, afirmou Liberalino.

Em Campina Grande, cerca de 2.000 Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, oriundos de 40 cidades do interior do Estado, fizeram uma caminhada pelas principais ruas do Centro e depois ocuparam pacificamente a sede da Gerência Executiva da Previdência Social.

Os manifestantes gritavam palavras de ordem contra a Reforma da Previdência Social, contra a extinção do Ministério da Previdência Social (MPS) e do Ministério do Desenvolvimento Agrário, além da manutenção do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), não ao golpe e em defesa da democracia.

Líderes sindicais falaram para as multidões durante toda a manhã e contaram com o apoio de funcionários do INSS.
 
Eliomar Menezes, Gerente Executivo do INSS em Campina Grande, classificou o movimento realizado pela Fetag-PB, como pacífico e organizado. “Um movimento pacífico, organizado e que se encontra dentro das prerrogativas do direito do cidadão de reivindicar das autoridades, e a nossa obrigação é receber com dignidade aqueles que estão lutando pela manutenção dos seus direitos”, disse Eliomar.
 
“Estamos ocupando a Gerência Executiva do INSS em Campina Grande, para mostrar que os trabalhadores e trabalhadoras rurais têm representatividade e que não aceitarão calados, a usurpação dos seus direitos. Em João Pessoa o nosso presidente Liberalino comanda o mesmo ato e estaremos nas ruas, sempre que for necessário. Não aceitamos o discurso que apregoa uma crise econômica, pois esta famigerada crise só tem afetado aos trabalhadores, enquanto a classe política está envolvida em uma crise moral sem precedentes em nosso país. Não a reforma da Previdência, não ao fechamento do MDA e do Ministério da Previdência Social, não ao golpe e sim a democracia”, disse a Secretária Geral da Fetag-PB, Cleide Araújo.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Fetag-PB – Neudja Henriques e Ediglei Cordeiro
 


Voltar | Início | Imprimir

Relacionadas:
 
 

 

2010 - 2018 - Direitos reservados.
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba - FETAG-PB
Av. Rodrigues de Aquino, 722 - Jaguaribe - João Pessoa / PB - Tel.: 83 - 3241-1192