15.06.2012 - 12:18:53
Sindicatos do Alto Sertão recebem capacitação sobre políticas públicas voltadas ao homem do campo

Capacitar e orientar os sindicatos a respeito do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Este foi o objetivo de uma reunião promovida na Fetag com representantes de 15 sindicatos do território do Alto Sertão, na última quarta-feira (13), que contou, também, com a participação da Conab.

A perspectiva é de estender a capacitação para os sindicatos dos demais municípios. De acordo com o presidente da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura no Estado da Paraíba (Fetag-PB), apesar das medidas adotadas pelo Governo, os agricultores não sabem como ser beneficiários desses programas. Por isso promover eventos com a finalidade de esclarecer e orientar o homem do campo.

Esaú Junior integra o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) do município de São João do Rio do Peixe e avaliou a reunião como enriquecedora. “A nossa principal função é ajudar os agricultores. Gostaria de convidar todos os outros sindicatos a se mobilizarem e buscarem informações a respeito desses programas sociais que tanto geram renda como mantém o trabalhador no campo.”

 
Os programas - Criado em 2003, PAA é executado com recursos dos Ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), em parceria com estados, municípios e com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).  Parte dos alimentos é adquirida pelo governo diretamente dos agricultores familiares, assentados da reforma agrária e comunidades indígenas portadores de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), para a formação de estoques estratégicos e distribuição à população em maior vulnerabilidade social.

Os produtos destinados à doação são oferecidos para entidades da rede socioassistencial, nos restaurantes populares, bancos de alimentos e cozinhas comunitárias e ainda para cestas de alimentos distribuídas pelo Governo Federal.

Outra parte dos alimentos é adquirida pelas próprias organizações da agricultura familiar, para formação de estoques próprios. Desta forma é possível comercializá-los no momento mais propício, em mercados públicos ou privados, permitindo maior agregação de valor aos produtos.
 


Voltar | Início | Imprimir

Relacionadas:
Congresso define futuro do Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais
Governo discute elaboração de plano de Agricultura Familiar
 
 

 

2010 - 2019 - Direitos reservados.
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba - FETAG-PB
Av. Rodrigues de Aquino, 722 - Jaguaribe - João Pessoa / PB - Tel.: 83 - 3241-1192