FETAG-PB - fetagpb.org.br

04.07.2017 - 11:46:48

Fetag e STTRs paraibanos unidos pelo “Fora Temer” e “Diretas Já!”
 

Os Trabalhadores(as) Rurais e Agricultores(as)  Familiares paraibanos mais uma vez atenderam o chamado da Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Paraíba (Fetag-PB) e os Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs), no último dia 30 de junho, e pararam suas atividades para reforçar a luta contra o desmonte das políticas públicas, a retirada dos direitos previdenciários e trabalhistas, contra a terceirização, e para cobrar a saída do presidente ilegítimo Michel Temer e as “Diretas Já!”.

Em João Pessoa, centenas de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais se concentraram na sede da Fetag-PB, de onde saíram em caminhada pelo centro da Capital até o Parque Solón de Lucena (Lagoa), onde se juntaram a diversas outras categorias, Centrais Sindicais, Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, Movimento de Mulheres, LGBT, Federações e a sociedade em geral para um ato político, que ainda contou com a presença do deputado federal Luiz Couto. O comércio e os transportes também aderiram a Greve Geral. Nos demais municípios, os STTRs também fecharam suas portas e se uniram a outras categorias para protestar.

A luta contra a retirada de direitos dos Trabalhadores, sobretudo dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais proposta pelas Reformas da Previdência e Trabalhista, e a Terceirização, encampada pela Fetag-PB e os Sindicatos, tem mobilizado milhares de pessoas por todo o Estado.

Segundo o presidente da Fetag, Liberalino Lucena, o Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) é radicalmente contra qualquer Reforma que represente a perda de direitos, arduamente conquistados. 

“A nossa mobilização pela saída do Presidente da República, Michel Temer, se justifica pelo contexto de corrupção que o “representante” maior de nossa nação está envolvido e, com sua saída, queremos garantir o nosso direito de escolhermos o Presidente da República através do voto direto. Essa não é uma luta só dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares, mas de todos os Trabalhadores desse País, na verdade de toda a sociedade de uma forma geral”, justificou Liberalino.




 

2010 - 2019 - fetagpb.org.br - Todos os direitos reservados