FETAG-PB - fetagpb.org.br

26.03.2018 - 10:53:45

Ato de solidariedade a Lula será realizado hoje de manhã na capital
 

Um ato de solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será realizado nesta segunda-feira, 26 de março, às 9 horas na Praça dos Três Poderes, no Centro de João Pessoa. A atividade foi convocada pelo PT da Paraíba e integra a programação da campanha “Lula Livre” que está sendo organizada pela Frente Brasil Popular (FBP) em todas as cidades do país, em defesa do ex-presidente Lula e contra sua condenação.

A expectativa é de que todos os movimentos sociais, partidos políticos progressistas e sindicatos participem do ato.

Durante todo o mês de março serão realizadas diversas ações, como distribuição de panfletos nas feiras livres, praças públicas e principais vias da cidade; intervenções sociais, plenárias nos bairros de João Pessoa, para defender a democracia brasileira, denunciar a perseguição contra Lula e pelo direito de sua candidatura a presidente nessas eleições. “Nós precisamos cada vez mais, não só mobilizar, mas aglutinar as organizações sociais para que elas tenham a capacidade de dialogar com a população em geral. O que nós estamos fazendo enquanto Partido dos Trabalhadores, participando da Frente Brasil Popular, é nos organizando para que possamos enraizar esse movimento Lula Livre em todo os estado da Paraíba”, destacou Giucélia Figueirêdo, vice-presidente do PT-PB.

“Foi uma decisão do Comando Nacional de fazer um acompanhamento desse julgamento de mais tarde. Hoje, vamos nos concentrar de maneira simbólica em frente ao Tribunal de Justiça e também teremos outro ato no dia 4, dia de retomada do julgamento do recurso do habeas corpus de Lula no STF. Fizemos panfletagem durante toda a semana nos bairros e hoje é a principal atividade da semana”, disse Jackson Macedo, presidente do PT da Paraíba.

Nesta segunda-feira, 26, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) vai julgar a partir das 13h30 o recurso apresentado pela defesa de Lula da Silva contra decisão que aumentou a pena do ex-presidente no caso do triplex em Guarujá (SP).

Em 24 de janeiro deste ano, os três desembargadores que compõem a 8ª Turma do TRF-4 mantiveram a condenação de Lula na primeira instância e ainda aumentaram a pena para 12 anos e um mês de prisão. Por decisão do próprio tribunal, Lula pode ser preso para começar a cumprir a pena quando acabarem os recursos no TRF-4.

Fonte: Parlamento PB




 

2010 - 2018 - fetagpb.org.br - Todos os direitos reservados