FETAG-PB

Rádio FETAG

Programas

Fetag e Sindicatos assinam termo de cooperação com projeto Trabalho de Todos, do MPT

Na última terça-feira (18), na Pirâmide do Parque do Povo, em Campina Grande, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), representada por seu presidente, Liberalino Lucena, e diretores Cleide Araújo, Rosivaldo Fernandes e Assis Firmino, cerca de 40 lideranças sindicais da região, participaram da audiência pública da 8ª etapa do projeto Trabalho de Todos, do Ministério Público do Trabalho (MPT) da Paraíba.

Na ocasião o Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) assinou um termo de cooperação, onde se comprometeram a contribuir com os objetivos do Projeto. Antes da audiência, às 17h, foi realizada uma reunião específica com os representantes da Fetag e Sindicatos, para discutir termos do documento que seria assinado durante o evento.

O objetivo do projeto Trabalho de Todos é discutir com toda a classe trabalhadora os mais graves problemas relacionados ao mundo do trabalho, para fins de enfrentamento coletivo das demandas propostas. A audiência pública contou com a presença de trabalhadores e trabalhadoras, instituições públicas e privadas e entidades dos municípios de Campina Grande e Região (Alcantil, Areial, Aroeiras, Assunção, Barra de Santana, Barra de São Miguel, Boa Vista, Boqueirão, Cabaceiras, Campina Grande, Caturité, Fagundes, Gado Bravo, Itatuba, Juarez Távora, Lagoa Seca, Massaranduba, Montadas, Pocinhos, Puxinanã, Queimadas, Riacho de Santo Antônio, Santa Cecília, São Domingos do Cariri, São Sebastião de Lagoa de Roça, Serra Redonda e Umbuzeiro).

Falas:

1. Liberalino Lucena - Presidente da Fetag-PB
2. Cláudio Cordeiro Queiroga Gadelha - Procurador-Chefe da PRT-13ª Região
3. Rosivaldo Fernandes - Secretário de Políticas Sociais da Fetag e Pres. do STTR de Mulungu
4. Paulo Germano Costa de Arruda - Procurador-Chefe Substituto da PRT-13ª Região
5. Juíza Maria Iris Diogenes Bezerra - Diretora do Fórum do TRT de Campina Grande
6. Assis Firmino - Secretário da Agricultura Familiar da Feta e Vice-Pres. do STTR de Mari
 

Liberalino Lucena - Presidente da Fetag-PB


Cláudio Cordeiro Queiroga Gadelha - Procurador-Chefe da PRT-13ª Região


Rosivaldo Fernandes - Secretário de Políticas Sociais da Fetag e Pres. do STTR de Mulungu


Paulo Germano Costa de Arruda - Procurador-Chefe Substituto da PRT-13ª Região


Juíza Maria Iris Diogenes Bezerra - Diretora do Fórum do TRT de Campina Grande


Assis Firmino - Secretário da Agricultura Familiar da Feta e Vice-Pres. do STTR de Mari



Baixar arquivos




MPT reunirá Sindicatos para discutir Projeto Trabalho de Todos em Campina Grande

Com o objetivo de discutir com toda a classe trabalhadora os mais graves problemas relacionados ao mundo do trabalho, para fins de enfrentamento coletivo das demandas propostas, o MPT-PB realizará entre os dias 17 e 21 de novembro, em Campina Grande, a 8ª etapa do projeto Trabalho de Todos. A audiência pública acontecerá, na terça-feira (18), a partir das 19h, na Pirâmide do Parque do Povo. Uma reunião especifica, com os Sindicatos da região, também acontecerá na terça-feira (18), às 17h, no mesmo local.

Com o objetivo de discutir com toda a classe trabalhadora os mais graves problemas relacionados ao mundo do trabalho, para fins de enfrentamento coletivo das demandas propostas, o Ministério Público do Trabalho (MPT) da Paraíba realizará entre os dias 17 e 21 de novembro, na Pirâmide do Parque do Povo, em Campina Grande, a 8ª etapa do projeto Trabalho de Todos.

A audiência pública do projeto acontecerá, na terça-feira (18), a partir das 19h, na própria Pirâmide do Parque do Povo, e contará com a presença de trabalhadores e trabalhadoras, instituições públicas e privadas e entidades dos municípios de Campina Grande e Região (Alcantil, Areial, Aroeiras, Assunção, Barra de Santana, Barra de São Miguel, Boa Vista, Boqueirão, Cabaceiras, Campina Grande, Caturité, Fagundes, Gado Bravo, Itatuba, Juarez Távora, Lagoa Seca, Massaranduba, Montadas, Pocinhos, Puxinanã, Queimadas, Riacho de Santo Antônio, Santa Cecília, São Domingos do Cariri, São Sebastião de Lagoa de Roça, Serra Redonda e Umbuzeiro).

O evento conta com o apoio da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), que vem mobilizando os Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) para contribuírem.

Nesse sentido, o MPT, através do coordenador do projeto Trabalho de Todos, Cláudio Gadelha, realizará uma reunião especifica, com os Sindicatos daquela região, que acontecerá também na terça-feira (18), às 17h, no mesmo local da audiência pública, na Pirâmide do Parque do Povo.

Fala:

Geane Lucena - Assessoria da Presidência

Geane Lucena - Assessoria da Presidência



Baixar arquivos




Representante do Ministério do Meio Ambiente e secretário de Meio Ambiente da Contag explicam o que é o CAR

A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) em parceria com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) realizou entre os dias 4 e 6 de novembro, últimos, no auditório da Fetag em João Pessoa, o “Seminário de Capacitação no Cadastro Ambiental Rural (CAR) da Região Nordeste 1”.

O evento contou com a presença de cerca de 120 representantes dos Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) paraibanos e das Federações da Paraíba, Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco. O objetivo é consolidar o processo de formação, capacitação e divulgação das ações relativas à realização do Cadastro Ambiental Rural (CAR) nas propriedades rurais dos Agricultores Familiares.

Falas:

Eduardo Safons Soares - Gerente de Políticas AgroAmbientais do Ministério do Meio Ambiente
Antoninho Rovaris - Secretário de Meio Ambiente da Contag

Fala de Eduardo Safons Soares - Gerente de Políticas AgroAmbientais do Ministério do Meio Ambiente


Fala de Antoninho Rovaris - Secretário de Meio Ambiente da Contag



Baixar arquivos




Fetag participa de lançamento de campanha contra o preconceito e a discriminação das mulheres no mer

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), representada por sua secretária de Mulheres, Maria de Lourdes Costa, e a assessora jurídica, Geane da Costa, participaram na manhã da última terça-feira (4), do lançamento da Campanha “O Preconceito esconde o Potencial”, de autoria do Cunhã Coletivo Feminista e o Ministério Público do Trabalho (MPT).

O objetivo é combater o preconceito e a discriminação das mulheres no mercado de trabalho. “Raça, orientação sexual, classe social ou idade podem ser utilizadas para discriminar as mulheres no exercício de suas profissões. Toda mulher tem o direito de escolher a profissão que quiser e ter as mesmas condições no acesso ao mercado de trabalho”, afirma a Campanha idealizada pela agência de publicidade e propaganda Bairro Novo.

Nesta linha, Cunhã e Ministério Público do Trabalho se uniram para questionar os estereótipos em relação às mulheres no mercado de trabalho, que resultaram na Campanha “O Preconceito esconde o Potencial”, que passará a ser veiculada em TV e Mídia Impressa a partir de 10 de novembro.

O lançamento aconteceu durante um café da manhã, no Restaurante Mangai, e contou com a presença de autoridades, representantes de Ong’s, e da imprensa local.

Fala:

Geane da Costa - Assessora Jurídica da Fetag-PB

Fala de Geane da Costa - Assessora Jurídica da Fetag-PB



Baixar arquivos




Presidente, Secretária da Terceira Idade e idosos avaliam encontro da Terceira Idade

Pelo sétimo ano consecutivo a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) realizou entre os dias 28 e 30 de outubro, seu “Encontro Estadual da Terceira Idade”. O evento teve o objetivo de debater questões relacionadas à Terceira Idade no campo e seus direitos. Cerca de 300 idosos e idosas de todas as regiões do estado participaram do encontro.

Durante o evento, foram abordados temas como: “O Estatuto do Idoso – Principais desafios para a sua efetivação”, “Ações do MSTTR para a construção de uma política específica para a Terceira Idade”; "Desafios e Estratégias para uma Boa Saúde na Terceira Idade"; “Empréstimo Consignado e suas implicações na renda de aposentados(as) rurais”; e “Fortalecimento da política de Geração no MSTTR”.

Houve ainda apresentações culturais, bingo e sorteio de brindes. No último dia do Encontro, os idosos passaram a manhã toda em um restaurante, na Praia do Seixas.

O encontro teve como parceiros a Faculdade Maurício de Nassau, que enviou uma equipe para realizar testes de Glicemia e aferição de pressão arterial. E o Instituto Embelleze, que prestou serviços de higiene e beleza, como cortes de cabelo, escova, etc.

Falas:

1. Liberalino Lucena - Presidente da Fetag-PB
2. Maria Adelino da Silva - Secretária da Terceira Idade da Fetag-PB
3. Dorgival Fernandes das Neves - Caraúbas
4. Geraldo Paulino da Silva - Pilõezinhos
5. José Belarmino dos Santos - Salgadinho
6. Josefa Barbosa da Silva - Gurinhém
7. Josilene - Campina Grande
8. Manoel José de Sousa - São Miguel de Itaipú
9. Maria José da Silva - Conde
10. Titila - Mamanguape

1. Liberalino Lucena - Presidente da Fetag-PB


2. Maria Adelino da Silva - Secretária da Terceira Idade da Fetag-PB


3. Dorgival Fernandes das Neves - Caraúbas


4. Geraldo Paulino da Silva - Pilõezinhos


5. José Belarmino dos Santos - Salgadinho


6. Josefa Barbosa da Silva - Gurinhém


7. Josilene - Campina Grande


8. Manoel José de Sousa - São Miguel de Itaipú


9. Maria José da Silva - Conde


10. Titila - Mamanguape


Baixar arquivos




Secretário da Agricultura Familiar da Fetag-PB fala sobre a realização do Seminário do CAR

A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) em parceria com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) realizará entre os dias 4 e 6 de outubro, o “Seminário de Capacitação no Cadastro Ambiental Rural (CAR) da Região Nordeste 1”.

A abertura acontecerá na terça-feira (4), às 14h30, no auditório da Fetag em João Pessoa,e contará com a presença de representantes dos Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) e das Fetags da Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco.

O objetivo do evento é consolidar o processo de formação, capacitação e divulgação das ações relativas à realização do Cadastro Ambiental Rural (CAR) nas propriedades rurais dos Agricultores Familiares.

Uma exigência do novo Código Florestal (Leis 12.651/12 e 12.727/12), o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização das propriedades e posses rurais quanto à questão ambiental, ou seja: identificar a área, estabelecer as Áreas de Proteção Permanente (APPs), e Reservas Legais. As regras para a marcação destas áreas são diferenciadas para a agricultura familiar, assentamentos da reforma agrária, quilombos, áreas indígenas, etc.

O Cadastro Ambiental Rural é um cadastro eletrônico que conterá dados básicos das propriedades. Toda propriedade rural terá que se cadastrar até 2015. Ele é obrigatório e os dados informados são declaratórios, de responsabilidade do proprietário. Quem não inscrever sua propriedade no CAR, não poderá ter acesso a crédito rural e licença ambiental e pode ser multado.

FALA: ASSIS FIRMINO - Secretário de Agicultura Familiar da Fetag-PB
 

Fala de Assis Firmino



Baixar arquivos












Spot de Rádio sobre o Projeto Margaridas em Marcha no Enfrentamento à Violência contra as Mulheres

Segue Spot de Rádio sobre o Projeto Margaridas em Marcha no Enfrentamento à Violência contra as Mulheres do Campo, da Floresta e das Águas, informando sobre o funcionamento das unidades móveis nos estados.

Conquista da Marcha das Margaridas, as unidades móveis fazem parte do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e se somam ao Programa “Mulher, Viver sem Violência”.

A expectativa é de que o spot seja mais um instrumento de divulgação no enfrentamento à violência contra as mulheres do campo, da floresta e das águas.

Neste sentido, pedimos que seja amplamente divulgado nas rádios dos STTRs, nas rádios comunitárias dos seus municípios, e por todas as mídias possíveis.

Spot



Baixar arquivos




Dirigente sindicais e servidores do INSS falam sobre a Capacitação sobre o benefício rural

Com o objetivo de uniformizar o entendimento sobre a legislação do benefício rural, a Gerência Executiva do INSS em João Pessoa realizou uma Capacitação para os dirigentes sindicais. O evento aconteceu na última terça-feira (23), na sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) e reuniu aproximadamente 200 representantes de Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs).

Cinco educadores previdenciários apresentaram temas variados com foco no esclarecimento da legislação, na humanização do atendimento e na correta instrução dos processos de benefícios. Célia Ugulino, Genilza Gouveia, Marcus Vinícius, Sandra Luna e Sérgio Enedino apresentaram palestras e diálogo com os dirigentes.

Essa foi uma ação promovida pelo Programa de Educação Previdenciária em João Pessoa.

Falas:
Rogério Oliveira -  Gerente Executivo do INSS João Pessoa
Célia Cristina - Coordenadora do Programa de Educação Previdenciária do INSS
Rosivaldo Fernandes - Sec de Políticas Sociais da FETAG-PB
Marcelo Matias - Pres do STTR de Pilõezinhos
Ednaldo Brito - STTR de Cruz do Espírito Santo
Rodrigo Meireles - Gerente da APS de Alagoa Grande

 

Rogério Oliveira - Gerente Executivo do INSS João Pessoa


Célia Cristina - Coordenadora do Programa de Educação Previdenciária do INSS


Rosivaldo Fernandes - Sec de Políticas Sociais da FETAG-PB


Marcelo Matias - Pres do STTR de Pilõezinhos


Ednaldo Brito - STTR de Cruz do Espírito Santo


Rodrigo Meireles - Gerente da APS de Alagoa Grande



Baixar arquivos




Vinheta convida Agricultores a realizarem o Cadastro Ambiental Rural - CAR

Segue a vinheta abaixo.

Favor divulgar o máximo possível.

o Cadastro Ambiental Rural é um cadastro eletrônico que conterá dados básicos das propriedades e que toda propriedade rural terá que se cadastrar até 2015.

“Ele é obrigatório e os dados informados são declaratórios, de responsabilidade do proprietário. Quem não inscrever sua propriedade no CAR, não poderá ter acesso a crédito rural e licença ambiental e pode ser multado. Os dados farão parte do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar), que ficará sob responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Ministério do Meio Ambiente e do Ibama”.

Instituído através da Lei 12.651, de 25 de maio de 2012, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais. Consiste no levantamento de informações georreferenciadas do imóvel, com delimitação das Áreas de Proteção Permanente (APP), Reserva Legal (RL), remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada, áreas de interesse social e de utilidade pública, com o objetivo de traçar um mapa digital a partir do qual são calculados os valores das áreas para diagnóstico ambiental.

Vinheta



Baixar arquivos




Secretária de Mulheres da Fetag fala sobre a nova rodada do Programa de Documentação da Trabalhadora Rural

Os mutirões do Programa Nacional de Documentação das Trabalhadoras Rurais (PNDTR) vão beneficiar, a partir desta terça-feira (16), e até o dia 25 de setembro, comunidades rurais, acampamentos e assentamentos da reforma agrária de mais dez municípios paraibanos. O Programa é promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e executado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O primeiro município beneficiado é Frei Martinho, no dia 16; no dia 17 será a vez de Baraúnas; dia 18, Sossego; dia 19, Pedra Lavrada; dia 20, Cubati; dia 21, Seridó; dia 22, Tenório; dia 23, Junco do Seridó; dia 24, Juazeirinho; e dia 25, Pocinhos.

Nos mutirões, é possível tirar gratuitamente, durante todo o dia, documentos como registro de nascimento, carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, registro junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e carteira de pescador.

Os participantes do mutirão também recebem orientações sobre direitos previdenciários, a exemplo de salário-maternidade e auxílio-doença, e assessoria jurídica em casos como pensão alimentícia, divórcio, termo de união estável e reconhecimento de paternidade.

Parceiros - Na Paraíba, as ações vêm sendo desenvolvidas em parceria com instituições como o Instituto de Polícia Científica do Estado (IPC), INSS, a Receita Federal, a Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca da Presidência da República (Seap/PR), a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), a Defensoria Pública do Estado, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater), o Ibama, o Banco do Nordeste, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Projeto Dom Helder Câmara, o Cunhã – Coletivo Feminista, cartórios de Registro Civil, Associação dos Registros de Pessoas Naturais (Arpen), Câmaras Municipais, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do (Fetag), e a Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba. Contam, ainda, com a participação de associações, sindicatos e movimentos de trabalhadores rurais.

Fala de Lourdes de Picuí - Secretária de Mulheres da Fetag-PB



Baixar arquivos




Assessor da Fetag fala sobre o Cadastro Ambiental Rural

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), representada por seu assessor Ivanildo Pereira Dantas, participou nos dias 3 e 4 de setembro, do Seminário Nacional de Capacitação sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR), em Brasília. O objetivo foi formar multiplicadores regionais, estaduais e locais para a implementação do CAR – Por um Brasil sustentável.

Como principal encaminhamento do evento, ficou agendado seminários regionais, que acontecerão em todo Brasil, a partir de setembro de 2014. Na Paraíba, acontecerá na segunda quinzena de novembro, com a participação das Fetags da Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco.

O que é - O Cadastro Ambiental Rural é um cadastro eletrônico que conterá dados básicos das propriedades e que toda propriedade rural terá que se cadastrar até 2015.

Ele é obrigatório e os dados informados são declaratórios, de responsabilidade do proprietário. Quem não inscrever sua propriedade no CAR, não poderá ter acesso a crédito rural e licença ambiental e pode ser multado. Os dados farão parte do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar), que ficará sob responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Ministério do Meio Ambiente e do Ibama.

Instituído através da Lei 12.651, de 25 de maio de 2012, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais. Consiste no levantamento de informações georreferenciadas do imóvel, com delimitação das Áreas de Proteção Permanente (APP), Reserva Legal (RL), remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada, áreas de interesse social e de utilidade pública, com o objetivo de traçar um mapa digital a partir do qual são calculados os valores das áreas para diagnóstico ambiental.

O evento contou com representantes da Contag, das Fetags e as Coordenações Regionais, além de equipes dos Ministérios do Meio Ambiente (MMA) e do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Fala: Ivanildo Pereira Dantas - Assessor da Fetag-PB

Fala de Ivanildo Pereira Dantas - Assessor da Fetag-PB



Baixar arquivos




Presidente da Fetag fala sobre a reunião do Conselho Deliberativo da Fetag

Definir e apresentar as ações da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) para o 2º semestre deste ano ao seu Conselho Deliberativo. Esse foi o principal objetivo da reunião realizada na última quinta-feira (4), na sede da entidade em João Pessoa, da qual participaram cerca de 200 lideranças sindicais de todas as regiões do Estado.

Entre os principais eventos programados para acontecer ainda esse ano, estão as “Capacitações em Gestão Política e Financeira”, a serem realizadas nos meses de outubro, novembro e dezembro, nas cidades de João Pessoa, Monteiro e Cajazeiras, respectivamente. Além do Encontro Estadual da Terceira Idade, que acontecerá nos dias 29 e 30 de outubro, e a reunião final do Conselho Deliberativo, nos dias 17 e 18 de dezembro.

Para 2015, a Fetag dará continuidade as Capacitações que serão realizadas até o mês de maio; promoverá o Encontro Estadual da Juventude Rural, em fevereiro; Curso de Formação para Dirigentes Sindicais, da Escola de Formação da Fetag (Efor-PB); e o Encontro Estadual de Mulheres, em março.

A questão do enquadramento sindical foi outro tema debatido durante a reunião com as lideranças. O advogado da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Ricardo Farani, fez uma palestra sobre o assunto e respondeu a vários questionamentos.

Plebiscito – Durante todo o dia, as lideranças tiveram a oportunidade de manifestar seu apoio ao Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político. Na reunião, o 2º secretário de Jovens da Fetag, Israel Carlos, falou sobre a importância dos cidadãos e cidadãs dizerem sim às mudanças que querem ver na política, para que ela seja mais democrática, com eleições mais limpas, dentre outras propostas.

Selo da Agricultura Familiar
– A diretoria regional dos Correios da Paraíba lançou, na oportunidade, o Selo da Agricultura Familiar, comemorativo ao Ano Internacional da Agricultura Familiar 2014.

Cinco personalidades do Estado foram homenageadas, em reconhecimento ao trabalho realizado a favor dos agricultores familiares paraibanos, entre elas: o presidente da Fetag, Liberalino Lucena; o vice-presidente, Francisco Pereira de Araújo; o 1º secretário de Assalariados, João Lau; a 1ª secretária de Jovens, Iara Enéas; e a presidente do STTR de Taperoá, Suélia.

Fala de Liberalino Lucena – Fetag-PB



Baixar arquivos




Presidente e Secretário de Assalariados da Fetag-PB avaliam Convenção dos Canavieiros

Ficou em R$ 748 o novo piso salarial dos canavieiros paraibanos. O reajuste de cerca de 6,78% foi resultado da Convenção Coletiva fechada, na última quinta-feira (29), após a segunda rodada de negociações entre a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) e representantes da classe patronal do setor sucroenegético do Estado. A intermediação foi da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE).

Ainda como resultado da Convenção, ficou estabelecido o pagamento de R$ 10 em cima do novo salário mínimo nacional, quando o mesmo ultrapassar o piso atual, e a ampliação de 25 para 26 minutos diários de horas in itineres para os trabalhadores. Também foram mantidos todos os benefícios sociais já assegurados nas convenções anteriores, e a data base da categoria, no dia 1º de setembro.

Desde 2008, os canavieiros paraibanos tem sua produção calculada pelo corte da tonelada do produto. A Paraíba tem hoje mais de 90% dos trabalhadores do setor sucoalcooleiro filiados aos sindicatos. “Atribuimos este número ao reconhecimento desse trabalho que é realizado todos dias no campo e às parcerias com a SRTE e Minstério Público do Trabalho”, afirmou o secretário de Assalariados da Fetag-PB, João Lau..

A Fetag representa cerca de 40 mil canavieiros que atuam nesta safra. A pauta foi aprovada em assembléias gerais realizadas nos STTR’s que atuam na zona canavieira paraibana.

Falas:

Presidente da Fetag-PB - Liberalino Lucena

Secretário de Assalariados da Fetag-PB - João Lau
 

Fala de Liberalino Lucena


Fala de João Lau



Baixar arquivos




Presidente da Fetag fala sobre a importância da reunião do Conselho Deliberativo

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) realiza nesta quinta-feira (4), mais uma reunião de seu Conselho Deliberativo, a partir das 9h, no auditório da entidade, localizada à Rua Rodrigues de Aquino, 722, Jaguaribe.

A expectativa é que cerca 200 lideranças sindicais de todas as regiões do Estado participem do encontro, que tem como objetivo principal discutir as ações da Fetag-PB para o 2º semestre deste ano. Na pauta, ainda estão, a questão do enquadramento sindical, e a atualização dos dados perenes dos Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) junto ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e as implicações da não realização da mesma.

Na oportunidade, haverá também o lançamento do Selo da Agricultura Familiar pela diretoria regional dos Correios da Paraíba, que homenageará 5 personalidades do Estado em reconhecimento ao trabalho realizado a favor dos agricultores familiares paraibanos.

Fala do presidente da Fetag, Liberalino Lucena



Baixar arquivos












Secretário de Políticas Sociais da Fetag, Rosivaldo Fernandes, fala sobre a reunião do Conselho Deliberativo da Contagg

Durante os dias 6 e 7 de agosto, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), representada por seus secretários: Cleide Araújo (1ª secretária geral), Rosivaldo Fernandes (Políticas Sociais), e Iara Enéas (Jovens), participaram em Brasília, de reunião do Conselho Deliberativo da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag).

Um dos principais pontos da pauta do encontro foi a avaliação do 20º Grito da Terra Brasil, realizado em maio desse ano, de forma descentralizada em todo o País. As lideranças também avaliaram outras ações já realizadas este ano, como: os Festivais Regionais da Juventude Rural, e a reunião extraordinária ampliada do Conselho Deliberativo da Contag que concluiu os trabalhos do 11º Congresso Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (CNTTR).

Ainda foram discutidos os preparativos e expectativas para o Festival Internacional da Juventude Rural, a Marcha das Margaridas, e a Plenária Nacional, que serão realizadas em 2015.
 

Fala de Rosivaldo Fernandes - Secretário de Políticas Sociais



Baixar arquivos




Fetag auxilia trabalhadores rurais para aquisição da Fazenda Serrote da Imbiguda pelo PNCF

Representantes das 72 famílias de trabalhadores e trabalhadoras rurais, que há mais de 20 anos vivem e trabalham na Fazenda Serrote da Imbiguda, localizada no município de Casserenge, estiveram na última segunda-feira (11), na sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), em João Pessoa, onde participaram de reunião para aquisição definitiva da propriedade pelo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF).

O encontro que teve a intermediação da Fetag-PB, através de seu presidente Liberalino Lucena, contou com a participação do coordenador do PNCF junto ao Instituto de Terras e Planejamento Agrícola do Estado da Paraíba (Interpa), Pereira; do superintendente do Instituto Nacional da Colonização e Reforma Agrária (Incra), Cleofas Caju; e do proprietário da Fazenda, Leonardo Jardelino.

Na oportunidade, o representante do Interpa, Pereira, explicou que solucionado o conflito de invasão da terra com o auto de reintegração de posse emitido pelo Poder Judiciário, o processo de compra da Fazenda Serrote da Imbiguda pelo PNCF, seria naturalmente retomado. “Só teremos que atualizar alguns documentos, como a declaração de elegibilidade, que é fornecida pelo Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Cassarenge, para concluirmos o processo e autorizarmos a aquisição pelo Banco”, afirmou Pereira.

Já o superintendente do Incra, Cleofas Caju, se comprometeu em fornecer a declaração de que o imóvel foi dado como produtivo na avaliação feita anteriormente, e que o Instituto não tem processo aberto de obtenção das terras em questão.

O presidente da Fetag-PB, Liberalino Lucena, se disse satisfeito com o resultado da reunião. “Essa é uma das funções da entidade, que busca melhores condições de vida para os trabalhadores e trabalhadoras rurais paraibanos. Esperamos que todas as partes cumpram, realmente, com o que se comprometeram e que, enfim, essas famílias possam ter paz e produzir num local com o qual se identificam e tem suas raízes”, concluiu.

Serrote da Imbiguda – Desde 2008, 72 famílias de trabalhadores e trabalhadoras rurais que vivem e trabalham há mais de 20 anos na propriedade rural e do entorno, localizada no município de Casserenge, Paraíba, lutam para adquirir as terras pelo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF).

“São muitos anos que a gente vem batalhando pela nossa terra. Somos agricultores desde crianças e estamos batalhando pelo nosso chão. Ainda estamos prejudicados sem poder trabalhar na nossa terra, nem passar perto a gente podia mais. Estamos muito felizes por estar aqui hoje e poder levar novos sonhos para casa, para nossas famílias. Que os nossos filhos não vão embora para São Paulo e outras cidades a procura de trabalho. Nosso sonho é criá-los aqui, filhos e netos vivendo da agricultura”, declarou Maria Oliete Cordeiro, presidente da Associação Bento Jardelino, que representa as famílias.

O imóvel, de propriedade de Leonardo Jardelino Costa, tem 1.157 hectares, e foi invadido por duas vezes pelo Movimento dos Sem Terra (MST). Reintegrada a posse ao proprietário, a Fazenda deverá ser adquirida por R$ 2.198,300,00 (Dois milhões, cento e noventa e oito mil, e trezentos reais). O projeto foi aprovado pela Câmara Técnica Fundiária e pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS), em 2013.

Fala do presidente da Fetag, Liberalino Lucena


Fala da presidente da Associação, Maria Oliete


Fala do Sup do Incra, Cleofas Caju


Fala do coordenador do PNCF-Interpa, Pereira


Fala do proprietário, Leonardo Jardelino



Baixar arquivos




 
 
Voltar | Início
 
 

2010 - 2014 - Direitos reservados.
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba - FETAG-PB
Av. Rodrigues de Aquino, 722 - Jaguaribe - João Pessoa / PB - Tel.: 83 - 3241-1192