FETAG-PB

Rádio FETAG

Programas

Dirigente sindicais e servidores do INSS falam sobre a Capacitação sobre o benefício rural

Com o objetivo de uniformizar o entendimento sobre a legislação do benefício rural, a Gerência Executiva do INSS em João Pessoa realizou uma Capacitação para os dirigentes sindicais. O evento aconteceu na última terça-feira (23), na sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) e reuniu aproximadamente 200 representantes de Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs).

Cinco educadores previdenciários apresentaram temas variados com foco no esclarecimento da legislação, na humanização do atendimento e na correta instrução dos processos de benefícios. Célia Ugulino, Genilza Gouveia, Marcus Vinícius, Sandra Luna e Sérgio Enedino apresentaram palestras e diálogo com os dirigentes.

Essa foi uma ação promovida pelo Programa de Educação Previdenciária em João Pessoa.

Falas:
Rogério Oliveira -  Gerente Executivo do INSS João Pessoa
Célia Cristina - Coordenadora do Programa de Educação Previdenciária do INSS
Rosivaldo Fernandes - Sec de Políticas Sociais da FETAG-PB
Marcelo Matias - Pres do STTR de Pilõezinhos
Ednaldo Brito - STTR de Cruz do Espírito Santo
Rodrigo Meireles - Gerente da APS de Alagoa Grande

 

Rogério Oliveira - Gerente Executivo do INSS João Pessoa


Célia Cristina - Coordenadora do Programa de Educação Previdenciária do INSS


Rosivaldo Fernandes - Sec de Políticas Sociais da FETAG-PB


Marcelo Matias - Pres do STTR de Pilõezinhos


Ednaldo Brito - STTR de Cruz do Espírito Santo


Rodrigo Meireles - Gerente da APS de Alagoa Grande



Baixar arquivos




Vinheta convida Agricultores a realizarem o Cadastro Ambiental Rural - CAR

Segue a vinheta abaixo.

Favor divulgar o máximo possível.

o Cadastro Ambiental Rural é um cadastro eletrônico que conterá dados básicos das propriedades e que toda propriedade rural terá que se cadastrar até 2015.

“Ele é obrigatório e os dados informados são declaratórios, de responsabilidade do proprietário. Quem não inscrever sua propriedade no CAR, não poderá ter acesso a crédito rural e licença ambiental e pode ser multado. Os dados farão parte do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar), que ficará sob responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Ministério do Meio Ambiente e do Ibama”.

Instituído através da Lei 12.651, de 25 de maio de 2012, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais. Consiste no levantamento de informações georreferenciadas do imóvel, com delimitação das Áreas de Proteção Permanente (APP), Reserva Legal (RL), remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada, áreas de interesse social e de utilidade pública, com o objetivo de traçar um mapa digital a partir do qual são calculados os valores das áreas para diagnóstico ambiental.

Vinheta



Baixar arquivos




Secretária de Mulheres da Fetag fala sobre a nova rodada do Programa de Documentação da Trabalhadora Rural

Os mutirões do Programa Nacional de Documentação das Trabalhadoras Rurais (PNDTR) vão beneficiar, a partir desta terça-feira (16), e até o dia 25 de setembro, comunidades rurais, acampamentos e assentamentos da reforma agrária de mais dez municípios paraibanos. O Programa é promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e executado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O primeiro município beneficiado é Frei Martinho, no dia 16; no dia 17 será a vez de Baraúnas; dia 18, Sossego; dia 19, Pedra Lavrada; dia 20, Cubati; dia 21, Seridó; dia 22, Tenório; dia 23, Junco do Seridó; dia 24, Juazeirinho; e dia 25, Pocinhos.

Nos mutirões, é possível tirar gratuitamente, durante todo o dia, documentos como registro de nascimento, carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, registro junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e carteira de pescador.

Os participantes do mutirão também recebem orientações sobre direitos previdenciários, a exemplo de salário-maternidade e auxílio-doença, e assessoria jurídica em casos como pensão alimentícia, divórcio, termo de união estável e reconhecimento de paternidade.

Parceiros - Na Paraíba, as ações vêm sendo desenvolvidas em parceria com instituições como o Instituto de Polícia Científica do Estado (IPC), INSS, a Receita Federal, a Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca da Presidência da República (Seap/PR), a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), a Defensoria Pública do Estado, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater), o Ibama, o Banco do Nordeste, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Projeto Dom Helder Câmara, o Cunhã – Coletivo Feminista, cartórios de Registro Civil, Associação dos Registros de Pessoas Naturais (Arpen), Câmaras Municipais, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do (Fetag), e a Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba. Contam, ainda, com a participação de associações, sindicatos e movimentos de trabalhadores rurais.

Fala de Lourdes de Picuí - Secretária de Mulheres da Fetag-PB



Baixar arquivos




Assessor da Fetag fala sobre o Cadastro Ambiental Rural

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), representada por seu assessor Ivanildo Pereira Dantas, participou nos dias 3 e 4 de setembro, do Seminário Nacional de Capacitação sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR), em Brasília. O objetivo foi formar multiplicadores regionais, estaduais e locais para a implementação do CAR – Por um Brasil sustentável.

Como principal encaminhamento do evento, ficou agendado seminários regionais, que acontecerão em todo Brasil, a partir de setembro de 2014. Na Paraíba, acontecerá na segunda quinzena de novembro, com a participação das Fetags da Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco.

O que é - O Cadastro Ambiental Rural é um cadastro eletrônico que conterá dados básicos das propriedades e que toda propriedade rural terá que se cadastrar até 2015.

Ele é obrigatório e os dados informados são declaratórios, de responsabilidade do proprietário. Quem não inscrever sua propriedade no CAR, não poderá ter acesso a crédito rural e licença ambiental e pode ser multado. Os dados farão parte do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar), que ficará sob responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Ministério do Meio Ambiente e do Ibama.

Instituído através da Lei 12.651, de 25 de maio de 2012, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais. Consiste no levantamento de informações georreferenciadas do imóvel, com delimitação das Áreas de Proteção Permanente (APP), Reserva Legal (RL), remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada, áreas de interesse social e de utilidade pública, com o objetivo de traçar um mapa digital a partir do qual são calculados os valores das áreas para diagnóstico ambiental.

O evento contou com representantes da Contag, das Fetags e as Coordenações Regionais, além de equipes dos Ministérios do Meio Ambiente (MMA) e do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Fala: Ivanildo Pereira Dantas - Assessor da Fetag-PB

Fala de Ivanildo Pereira Dantas - Assessor da Fetag-PB



Baixar arquivos




Presidente da Fetag fala sobre a reunião do Conselho Deliberativo da Fetag

Definir e apresentar as ações da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) para o 2º semestre deste ano ao seu Conselho Deliberativo. Esse foi o principal objetivo da reunião realizada na última quinta-feira (4), na sede da entidade em João Pessoa, da qual participaram cerca de 200 lideranças sindicais de todas as regiões do Estado.

Entre os principais eventos programados para acontecer ainda esse ano, estão as “Capacitações em Gestão Política e Financeira”, a serem realizadas nos meses de outubro, novembro e dezembro, nas cidades de João Pessoa, Monteiro e Cajazeiras, respectivamente. Além do Encontro Estadual da Terceira Idade, que acontecerá nos dias 29 e 30 de outubro, e a reunião final do Conselho Deliberativo, nos dias 17 e 18 de dezembro.

Para 2015, a Fetag dará continuidade as Capacitações que serão realizadas até o mês de maio; promoverá o Encontro Estadual da Juventude Rural, em fevereiro; Curso de Formação para Dirigentes Sindicais, da Escola de Formação da Fetag (Efor-PB); e o Encontro Estadual de Mulheres, em março.

A questão do enquadramento sindical foi outro tema debatido durante a reunião com as lideranças. O advogado da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Ricardo Farani, fez uma palestra sobre o assunto e respondeu a vários questionamentos.

Plebiscito – Durante todo o dia, as lideranças tiveram a oportunidade de manifestar seu apoio ao Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político. Na reunião, o 2º secretário de Jovens da Fetag, Israel Carlos, falou sobre a importância dos cidadãos e cidadãs dizerem sim às mudanças que querem ver na política, para que ela seja mais democrática, com eleições mais limpas, dentre outras propostas.

Selo da Agricultura Familiar
– A diretoria regional dos Correios da Paraíba lançou, na oportunidade, o Selo da Agricultura Familiar, comemorativo ao Ano Internacional da Agricultura Familiar 2014.

Cinco personalidades do Estado foram homenageadas, em reconhecimento ao trabalho realizado a favor dos agricultores familiares paraibanos, entre elas: o presidente da Fetag, Liberalino Lucena; o vice-presidente, Francisco Pereira de Araújo; o 1º secretário de Assalariados, João Lau; a 1ª secretária de Jovens, Iara Enéas; e a presidente do STTR de Taperoá, Suélia.

Fala de Liberalino Lucena – Fetag-PB



Baixar arquivos




Presidente e Secretário de Assalariados da Fetag-PB avaliam Convenção dos Canavieiros

Ficou em R$ 748 o novo piso salarial dos canavieiros paraibanos. O reajuste de cerca de 6,78% foi resultado da Convenção Coletiva fechada, na última quinta-feira (29), após a segunda rodada de negociações entre a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) e representantes da classe patronal do setor sucroenegético do Estado. A intermediação foi da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE).

Ainda como resultado da Convenção, ficou estabelecido o pagamento de R$ 10 em cima do novo salário mínimo nacional, quando o mesmo ultrapassar o piso atual, e a ampliação de 25 para 26 minutos diários de horas in itineres para os trabalhadores. Também foram mantidos todos os benefícios sociais já assegurados nas convenções anteriores, e a data base da categoria, no dia 1º de setembro.

Desde 2008, os canavieiros paraibanos tem sua produção calculada pelo corte da tonelada do produto. A Paraíba tem hoje mais de 90% dos trabalhadores do setor sucoalcooleiro filiados aos sindicatos. “Atribuimos este número ao reconhecimento desse trabalho que é realizado todos dias no campo e às parcerias com a SRTE e Minstério Público do Trabalho”, afirmou o secretário de Assalariados da Fetag-PB, João Lau..

A Fetag representa cerca de 40 mil canavieiros que atuam nesta safra. A pauta foi aprovada em assembléias gerais realizadas nos STTR’s que atuam na zona canavieira paraibana.

Falas:

Presidente da Fetag-PB - Liberalino Lucena

Secretário de Assalariados da Fetag-PB - João Lau
 

Fala de Liberalino Lucena


Fala de João Lau



Baixar arquivos




Presidente da Fetag fala sobre a importância da reunião do Conselho Deliberativo

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) realiza nesta quinta-feira (4), mais uma reunião de seu Conselho Deliberativo, a partir das 9h, no auditório da entidade, localizada à Rua Rodrigues de Aquino, 722, Jaguaribe.

A expectativa é que cerca 200 lideranças sindicais de todas as regiões do Estado participem do encontro, que tem como objetivo principal discutir as ações da Fetag-PB para o 2º semestre deste ano. Na pauta, ainda estão, a questão do enquadramento sindical, e a atualização dos dados perenes dos Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) junto ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e as implicações da não realização da mesma.

Na oportunidade, haverá também o lançamento do Selo da Agricultura Familiar pela diretoria regional dos Correios da Paraíba, que homenageará 5 personalidades do Estado em reconhecimento ao trabalho realizado a favor dos agricultores familiares paraibanos.

Fala do presidente da Fetag, Liberalino Lucena



Baixar arquivos












Secretário de Políticas Sociais da Fetag, Rosivaldo Fernandes, fala sobre a reunião do Conselho Deliberativo da Contagg

Durante os dias 6 e 7 de agosto, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), representada por seus secretários: Cleide Araújo (1ª secretária geral), Rosivaldo Fernandes (Políticas Sociais), e Iara Enéas (Jovens), participaram em Brasília, de reunião do Conselho Deliberativo da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag).

Um dos principais pontos da pauta do encontro foi a avaliação do 20º Grito da Terra Brasil, realizado em maio desse ano, de forma descentralizada em todo o País. As lideranças também avaliaram outras ações já realizadas este ano, como: os Festivais Regionais da Juventude Rural, e a reunião extraordinária ampliada do Conselho Deliberativo da Contag que concluiu os trabalhos do 11º Congresso Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (CNTTR).

Ainda foram discutidos os preparativos e expectativas para o Festival Internacional da Juventude Rural, a Marcha das Margaridas, e a Plenária Nacional, que serão realizadas em 2015.
 

Fala de Rosivaldo Fernandes - Secretário de Políticas Sociais



Baixar arquivos




Fetag auxilia trabalhadores rurais para aquisição da Fazenda Serrote da Imbiguda pelo PNCF

Representantes das 72 famílias de trabalhadores e trabalhadoras rurais, que há mais de 20 anos vivem e trabalham na Fazenda Serrote da Imbiguda, localizada no município de Casserenge, estiveram na última segunda-feira (11), na sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), em João Pessoa, onde participaram de reunião para aquisição definitiva da propriedade pelo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF).

O encontro que teve a intermediação da Fetag-PB, através de seu presidente Liberalino Lucena, contou com a participação do coordenador do PNCF junto ao Instituto de Terras e Planejamento Agrícola do Estado da Paraíba (Interpa), Pereira; do superintendente do Instituto Nacional da Colonização e Reforma Agrária (Incra), Cleofas Caju; e do proprietário da Fazenda, Leonardo Jardelino.

Na oportunidade, o representante do Interpa, Pereira, explicou que solucionado o conflito de invasão da terra com o auto de reintegração de posse emitido pelo Poder Judiciário, o processo de compra da Fazenda Serrote da Imbiguda pelo PNCF, seria naturalmente retomado. “Só teremos que atualizar alguns documentos, como a declaração de elegibilidade, que é fornecida pelo Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Cassarenge, para concluirmos o processo e autorizarmos a aquisição pelo Banco”, afirmou Pereira.

Já o superintendente do Incra, Cleofas Caju, se comprometeu em fornecer a declaração de que o imóvel foi dado como produtivo na avaliação feita anteriormente, e que o Instituto não tem processo aberto de obtenção das terras em questão.

O presidente da Fetag-PB, Liberalino Lucena, se disse satisfeito com o resultado da reunião. “Essa é uma das funções da entidade, que busca melhores condições de vida para os trabalhadores e trabalhadoras rurais paraibanos. Esperamos que todas as partes cumpram, realmente, com o que se comprometeram e que, enfim, essas famílias possam ter paz e produzir num local com o qual se identificam e tem suas raízes”, concluiu.

Serrote da Imbiguda – Desde 2008, 72 famílias de trabalhadores e trabalhadoras rurais que vivem e trabalham há mais de 20 anos na propriedade rural e do entorno, localizada no município de Casserenge, Paraíba, lutam para adquirir as terras pelo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF).

“São muitos anos que a gente vem batalhando pela nossa terra. Somos agricultores desde crianças e estamos batalhando pelo nosso chão. Ainda estamos prejudicados sem poder trabalhar na nossa terra, nem passar perto a gente podia mais. Estamos muito felizes por estar aqui hoje e poder levar novos sonhos para casa, para nossas famílias. Que os nossos filhos não vão embora para São Paulo e outras cidades a procura de trabalho. Nosso sonho é criá-los aqui, filhos e netos vivendo da agricultura”, declarou Maria Oliete Cordeiro, presidente da Associação Bento Jardelino, que representa as famílias.

O imóvel, de propriedade de Leonardo Jardelino Costa, tem 1.157 hectares, e foi invadido por duas vezes pelo Movimento dos Sem Terra (MST). Reintegrada a posse ao proprietário, a Fazenda deverá ser adquirida por R$ 2.198,300,00 (Dois milhões, cento e noventa e oito mil, e trezentos reais). O projeto foi aprovado pela Câmara Técnica Fundiária e pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS), em 2013.

Fala do presidente da Fetag, Liberalino Lucena


Fala da presidente da Associação, Maria Oliete


Fala do Sup do Incra, Cleofas Caju


Fala do coordenador do PNCF-Interpa, Pereira


Fala do proprietário, Leonardo Jardelino



Baixar arquivos




Assessora da Fetag fala sobre a participação de diretores na Enfoc

Três diretores da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB) encontram-se em Brasília, onde participam até o dia 15 de agosto da 5ª turma da Escola Nacional de Formação (Enfoc), da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag). O curso que tem como tema “Formação em Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário” iniciou no último dia 4 de agosto.

Entre os paraibanos estão: o secretário de Agricultura Familiar, Assis Firmino (STTR de Mari); 2º secretário de Jovens, Israel Carlos (STTR de Frei Martinho); e a delegada representante suplente, Isabel Cristina (STTR de Marcação). Cerca de 100 pessoas que já atuam nas instâncias do Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) participam do Curso.

Este é o 1º dos dois módulos que compõe este curso, e nele os educandos e educandas estudam temas como a formação social e projetos de desenvolvimento em disputa, além da vida sindical a partir de sua história, concepção e prática sindical. Também serão abordados temas atuais de grande importância para o MSTTR e o desenvolvimento sustentável e solidário do campo brasileiro.

O curso tem duração de 12 dias, e durante o curso, no dia 14, a Enfoc comemora 8 anos de existência. 

Fala de Fátima



Baixar arquivos




Presidente da Fetag conclama Sindicatos para participarem de audiência pública do MPT em Soledade

Entre os dias 12 e 14 de agosto, será a vez do munícipio de Soledade e cidades vizinhas receberem mais uma etapa do Projeto Trabalho de Todos, promovido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) da Paraíba. O evento conta com o apoio da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), que vem mobilizando os Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs) para contribuírem com o Projeto.

Durante os três dias do evento, será  montada uma praça de serviços, com apoio das entidades parceiras, onde os trabalhadores poderão obter documentos como carteira de trabalho, identidade e CPF e, ainda, serem indicados para empregos e estágios, participar de oficinas e minicursos, palestras, obter informações sobre previdência e, ainda, obter financiamentos para abrir ou aumentar pequenos negócios.

A audiência pública acontecerá no dia 13 de agosto. A proposta do projeto, segundo o procurador-chefe do MPT na Paraíba, Cláudio Gadelha, é fazer um diagnóstico das relações de trabalho no estado por meio das audiências públicas.

Objetivos Específicos - Entre os objetivos específicos do projeto destacam-se: identificar os problemas nas relações de trabalho em cada região do Estado; produzir diagnóstico e estatísticas acerca das diferentes realidades regionais relacionadas com o mundo do trabalho; propor soluções para as demandas que se apresentem durante a execução do projeto, com enfoque no enfrentamento coletivo, seja por meio de procedimentos promocionais, seja por meio de inquéritos civis públicos instaurados; oferecer, em conjunto com parceiros, cursos de curta, média e longa duração de qualificação profissional; e desenvolver estudos e pesquisas voltados para a melhoria das condições de trabalho.

Calendário das Próximas Audiências:
Soledade – 12 a 14 de agosto de 2014
Cajazeiras – 1 a 3 de setembro de 2014
São Bento – 22 a 24 de setembro de 2014
Monteiro – 3 a 5 de novembro de 2014
Campina Grande – 17 a 19 de novembro de 2014
Picuí – 1 a 3 de dezembro de 2014

Fala de Liberalino Lucena



Baixar arquivos




Fetag-PB discute formação e organização sindical em coletivo nacional

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), representada por seu secretário de Formação e Organização Sindical, Márcio Luiz Oliveira, participou entre os dias 16 e 18 de julho, em Brasília, de reunião do Coletivo Nacional de Formação e Organização Sindical.

Durante o evento que aconteceu na sede da Escola Nacional de Formação (Enfoc), na Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), também foi realizada uma oficina da Rede de Educadores e Educadoras Populares da Escola.

O planejamento e a organização do 4º Encontro Nacional de Formação (Enafor) foi um dos principais objetivos da reunião. Na pauta, ainda foram discutidos os encaminhamentos do Seminário de Sistematização e Aprofundamento Temático e definidas as linhas gerais deste projeto. Houve ainda uma reflexão sobre os cursos estaduais em andamento; análise do perfil dos(as) participantes da 5ª Turma Nacional, e a socialização da matriz pedagógica do I Módulo do Curso Nacional.

Fala de Márcio



Baixar arquivos




Sec de Políticas Sociais da Fetag explica exclusão de beneficiários do Bolsa Estiagem

A Secretaria de Políticas Sociais da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), através de se secretário Rosivaldo Fernandes, informa as lideranças sindicais e trabalhadores e trabalhadoras rurais, que o Bolsa Estiagem foi prorrogado mais uma vez pela presidente Dilma até o mês de dezembro de 2014.

Segundo Rosivaldo, a nova resolução de nº 13, de 22 de maio de 2014, que regulamenta os critérios para o enquadramento dos beneficiários, trouxe ainda novas regras que motivaram o corte de muitos beneficiários.

“Entre essas novas regras está a exclusão do Programa, do grupo familiar cadastrado na DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf) que já recebe algum benefício como: aposentadoria rural ou urbana, emprego com carteira assinada e recebido seguro desemprego no ano de 2013 ou 2014”.

O auxílio emergencial que visa amenizar os efeitos da seca, paga R$ 80,00 para os agricultores que estão sofrendo com a estiagem prolongada.

Para mais informações entre em contato com a Secretaria de Políticas Sociais da Fetag-PB através do email: rosivaldo@fetagpb.org.br

Fala de Rosivaldo



Baixar arquivos




Sec de Mulheres da Fetag fala sobre oficina de enfrentamento a violência

Entre os dias 14 e 16 de julho, a secretária de Mulheres da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), Maria de Lourdes Costa, participou da Oficina Nacional de Avaliação do Projeto “Margaridas em Marcha no Enfrentamento da Violência contra as Mulheres do Campo e da Floresta”, em Brasília.

Durante três dias foram discutidos o andamento das ações de implementação das Unidades Móveis, que vem acontecendo desde 2013, nos estados e das oficinas estaduais previstas nesse processo. Dez estados que realizaram suas oficinas compartilham suas experiências. Também foram debatidas estratégias de mobilização, participação e controle social, bem como os desafios na luta do enfrentamento à violência nas áreas rurais. A construção da 5ª edição da Marcha das Margaridas, que acontecerá em 2015, e a formação política para as mulheres rurais também foram temas da Oficina.

Reforma Política - Antes da Oficina Nacional, as participantes assistiram a uma exposição sobre Reforma Política, realizada na sede da Contag. A palestra, feita por José Antônio Moroni, do Instituto de Estudos Socioeconomicos (INESC), e Soninha, da Marcha Mundial de Mulheres (MMC), aprofundou o tema e promoveu debate do público.

Fala de Lourdes de Picuí



Baixar arquivos




Sec de Agricultura Familiar da Fetag fala sobre reunião da Regional NE

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), representada por seu diretores Assis Firmino (Secretário da Agricultura Familiar) e Iara Enéas (Secretária de Jovens), além do assessor Ivanildo Dantas, participou nos dias 15 e 16 de junho, de reunião extraordinária da Regional do Nordeste da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag).

O encontro realizado em São Cristovão, Sergipe, reuniu representantes das Fetags dos demais estados nordestinos, e teve como objetivo discutir temas relacionados à Terceira Idade, Juventude e Meio Ambiente.

A secretária de Terceira Idade da Contag, Lúcia Moura, propôs uma reflexão sobre a Terceira Idade no Nordeste e no Brasil. Deste debate, foi decidido que haverá envolvimento de todas as Fetags no acompanhamento nas ações futuras relacionadas aos idosos rurais e na reflexão junto aos Sindicatos da região sobre a importância da criação das Secretarias de Terceira Idade.   

Já a secretária de Jovens da Contag, Mazé Morai, discutiu a preparação da Regional para o Festival Internacional da Juventude. Também foi feita uma avaliação do Festival Regional, que ocorreu em maio, em Pernambuco. 

No segundo e último dia, os participantes debateram o Cadastro Ambiental Rural (CAR), com apresentação dos critérios operacionais e do novo código florestal. Para maior entendimento, haverá duas oficinas junto à secretaria de meio ambiente da Contag. 

Fala de Assis Firmino



Baixar arquivos




Autoridades falam durante solenidade de posse da nova diretoria

Cerca de 1 mil trabalhadores e trabalhadoras rurais e lideranças sindicais de todo o Estado, autoridades, familiares e amigos participaram na última quinta-feira da solenidade de posse da nova Diretoria, Conselho Fiscal e Delegados Representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB). O auditório da entidade, em João Pessoa, ficou lotado para o evento que iniciou às 9h e encerrou com um almoço de confraternização em clima de São João, ao som de forró pé de serra.

Eleita no dia 29 de maio e empossada legalmente no dia 30, a Chapa 1, encabeçada pelo presidente reeleito da Fetag-PB, Liberalino Lucena, assumiu a gestão para os próximos quatro anos, com o compromisso de reforçar as capacitações para os dirigentes sindicais, visando a garantia do direito dos trabalhadores e trabalhadoras rurais paraibanos.
Entrevistas concedidas ao repórter Josafá Forte.

Falas:

1.    Fala de Liberalino Lucena - Presidente reeleito da Fetag-PB
2.    Fala Alberto Broch - Presidente da Contag
3.    Fala Efraim Filho - Deputado federal
4.    Fala de Quintans - Deputado estadual
5.    Fala de Mário Borba - Presidente da Faepa

Fala de Liberalino Lucena - Presidente reeleito da Fetag-PB


Fala Alberto Broch - Presidente da Contag


Fala Efraim Filho - Deputado federal


Fala de Quintans - Deputado estadual


Fala de Mário Borba - Presidente da Faepa



Baixar arquivos




Provas de processo seletivo do CAVN acontecem neste sábado (15)

Serão realizadas neste sábado (15), as provas do processo seletivo, para os cursos técnicos de Agropecuária, Agroindústria e Aquicultura, oferecidos pelo Colégio Agrícola Vidal de Negreiros (CAVN), para ingresso em 2014.

As provas serão realizadas em horários diferenciados, de acordo com a modalidade de curso escolhida. Para os candidatos aos cursos Integrados e Proeja ocorrerá das 9h às 12h. E a partir das 13h, para os interessados  nos cursos subseqüentes. Os exames serão realizados no Pavilhão de Aulas do CAVN, em Bananeiras.

Os candidatos deverão se apresentar no local das provas, de posse de um documento de identificação com foto (RG, Carteira de Habilitação Nacional, Carteira de Estudante, Carteira de Trabalho, Passaporte, Certificado de reservista, etc). Recomenda-se que o candidato chegue ao local da prova com antecedência mínima de 1 hora.

Resultado e matrículas
- O resultado será divulgado no dia 21 de fevereiro de 2014, através da Secretaria do CAVN e do sítio www.cavn.ufpb.br/index.php/processos-seletivos. A 2ª chamada será publicada no dia 7 de março de 2014, nos mesmos locais.

As matrículas para os aprovados acontecerão na Secretaria do CAVN, em Bananeiras. Para os classificados na 1ª chamada, o prazo será de 24 a 28 de fevereiro de 2014. E para os convocados na 2ª chamada, de 10 a 13 de março de 2014.

Vagas - Estão sendo oferecidas 275 vagas para alunos concluintes do Ensino Fundamental e Médio, além de profissionais autônomos. Os profissionais formados pelo CAVN/UFPB poderão trabalhar em empresas públicas ou privadas, montar seu próprio negócio ou prestar consultoria técnica, procurando desenvolver o setor e garantindo a preservação ambiental.

Fala de Fátima



Baixar arquivos








 
 
Voltar | Início
 
 

2010 - 2014 - Direitos reservados.
Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba - FETAG-PB
Av. Rodrigues de Aquino, 722 - Jaguaribe - João Pessoa / PB - Tel.: 83 - 3241-1192